Archive for the ‘Cena Carioca’ Category

O alemão Alex Bau começa a tour brasileira esta semana

outubro 17, 2009

Um dos produtores mais ousados do techno aterrisa por aqui neste fim de semana e promete apresentações empolgantes, que acontecem dia 14/10 no Club A em São Paulo, 15 no 5uinto em Brasília e 17 no Dama de Ferro, por aqui.

Alex Bau é um cara que sempre optou por ousar nas misturas sonoras, um dos pioneiros em experimentar elementos minimalistas no techno reto e direto característico de seus sets que as vezes duram horas e horas.

Uma coisa que me impressionou bastante foi o profissionalismo do cara, coisa rara nesse meio. Site impecável com design interessante, muita informação, vídeos, releases, datas e etc. Serve de exemplo.

Dá uma conferida no videozinho abaixo e vê se da pra deixar de ir.

Entrevista: Valvulados

setembro 29, 2009

Quando cultura musical se une à diversão; DJs, produtores e entusiastas cariocas da música criam podcasts e festas

A virtualidade e suas ferramentas para a divulgação de idéias, trabalhos, música e assuntos relevantes (ou nem tanto) já é uma constante na vida da maioria das pessoas. A internet esta aí, como as novelas televisivas estão para a maioria das donas-de-casa brasileiras. E foi assim, através da internet, que se teve notícia de um “coletivo” (embora eles mesmos não se chamem assim) de DJs/produtores que estão dando pano pra manga em terras cariocas. Foi lá no piador que chegou um piadinho miúdo, mas melódico, e chamou a atenção dos meus ouvidos para algo novo e interessante. Em formato podcast. Tem Liaisons-Dangereuses, Christian Morgenstern, Jamie Lidell, Modeselektor x Siriusmo, Dopplereffekt, Phonique, Maurizio, Jay Haze…

Uma enxurrada de pios depois, me pus a ouvir o tal podcast. Logo de cara – ou de ouvido – o que chama a atenção é o cuidado com a seleção musical. Uma voz robótica de vocoder nos diz o endereço do mais novo e um dos mais estimulantes projetos na cidade maravilhosa, o Valvu.la. Referências aos anos 80, aos anos 90, ao electro, ao techno, a disco, ao darkwave e/ou a pura música sintetizada. Tudo fino, bem escolhido, a um ou dois cliques do ouvido, com frequência quase mensal.

Muito além do podcast, os valvula.dos desde maio fazem alvoroço. Se definem como um “coletivo de djs, produtores e musicólatras cariocas entorpecidos por ondas analógicas e códigos binários” e armaram uma festa que fez sucesso e, como receberam ótimos comentários, planejam armaram uma segunda, na última sexta-feira dia 26/set. Também planejam novo podcast, selo e tudo o mais que der na telha de Ivan LP, Saduh, DJ Spark, Miravalles, Mikael Virkki e Patrícia Lobo, a Patoops.

Em um sábado frio saímos em direção ao Humaitá no Rio de Janeiro. Lá pelas 19h30 chegamos ao nosso destino: um apartamento reservado e guardadinho dentro de Botafogo. O grande lance era conhecer os valvula.dos. E foi assim que se seguiu o bate-papo, com bastante humor, que pode ser lido abaixo.

Como foi que surgiu a idéia do Valvu.la? Foi algo que vocês já vinham pensando ou simplesmente aconteceu?

Ivan LP: A gente já se conhecia. Somos amigos. Como gosto de cozinhar, sempre marcava uns jantares. Eu, o Saduh, Miravalles e o Mikael usamos o Live para produzir/tocar e estamos tentando converter o Spark também. Somos todos produtores, DJs e, como no caso da Patrícia (Lobo), produtora.

DJ Spark: Poxa, no Rio não tem quase nada. Salvo algumas festas aqui e ali.

Ivan LP: Foi aí que decidimos fazer alguma coisa.

Mas o que veio primeiro? O podcast? O blog?

Ivan LP: Marcamos uma reunião. A idéia era assim: o podcast primeiro, mas já pensando numa festa.

DJ Spark: Estávamos quase sem tocar, alguns produzindo mais, outros fazendo outras coisas…

Ivan LP: É, tocando pouco. Como tínhamos a intenção também da festa e a Patrícia é nossa amiga pensamos logo em chamá-la. Ela tem muita experiência com produção de festa e podia nos ajudar com isso. Começamos então, com o podcast já pensando numa festa mesmo.

O que exatamente é o Valvu.la? Um coletivo?

Mikael Virkki: Isso é difícil. São referências. Cada um tem uma referência e mostra isso, é uma troca.

Saduh: Cada um têm suas referências e procura acrescentar, mostrar para os outros.
Miravalles: É heterogêneo! Cada um tem uma descrição.

DJ Spark: É mais o que diverte cada um. O Valvu.la é um grupo de pessoas com iniciativa e compromisso, até certo ponto, para não deixar de ser diversão.
Patrícia Lobo: O Gig – onde rolou a primeira Valvu.la Sessions – é um bar. Não é um clube. A Valvu.la Sessions é mais nesse clima, como nos podcasts, cada um com a sua referência de som.

DJ Spark: O som tem que dar para conversar, beber…
Mikael: Somos todos curiosos!

Ivan LP: E como faltam grandes festas no Rio, exceto pela Moo e umas outras festas esporádicas, resolvemos tentar fazer alguma coisa com o intuito de ajudar a mudar isso.

Miravalles: Mas com um clima de descontração.

Os válvula.dos vivem exclusivamente de música?

Ivan LP: Cada um aqui tem seu emprego.

Miravalles: A gente tem aluguel para pagar!

E quais são seus empregos?

Patrícia: Sou produtora de eventos.

DJ Spark: Programador.

Miravalles: Desenhista de projetos em Autocad.

Ivan LP e Mikael: Somos economistas.

Saduh: Sou publicitário.

Quais são quais próximos passos do Valvu.la?

Miravalles: O Valvu.la!? De repente vira um transistor…

DJ Spark: Acho que o tempo vai dizer. Todo o mundo tem compromisso, dentro das suas possibilidades.

Ivan LP: Sem brincadeiras, a gente vai continuar com os podcasts e virão novas festas. E tem selo, né? Que te falei e sei que você vai perguntar… (risada geral)

W CLUB VOLTA EM IPANEMA

julho 3, 2009

Em 1999 era inaugurado em Ipanema o W CLUB, que marcou época na noite do Rio e quando fechou deixou muita gente com saudades… A localização privilegiada e abertura para acontecer vários tipos de eventos, para várias cenas, era algo que atraía olhares curiosos. O ICY, charmoso clubinho na Paul Redfern, 37 – Ipanema, deixa a cena e os donos trazem para a cidade novamente o W CLUB. A programação continuará eclética, prometendo muitos agitos na noitada carioca. A residente da boate, DJ Miss Klauss, receberá hoje na inauguração os DJs Roger e Igor Costas que foram residentes da W na época.

MOO inaugura calendário de evento 2009 com day party no próximo sábado

maio 28, 2009

MOO inaugura calendário de evento 2009 com day party no próximo sábado
Esquentando para anunciar novidades, festa carioca tem retorno marcado para próximo dia 30
25.05.09 15:10
No próximo sábado, dia 30 de maio, o trio Bruno Guinle, Diogo Reis e Eduardo Christoph celebram a festa inaugural do calendário MOO 2009.

Jacques Renault, da DFA
Jacques Renault, da DFA
O convidado para essa edição especial de reabertura dos trabalhos é o norte-americano Jacques Renault (do projeto Runway, da DFA). Quem acompanha no som são os residentes da MOO, Diogo Reis e Eduardo Christoph. Quem quiser checar, tem set recente no Beats in Space, link aqui.

O local da festa de “retorno” (a bem da verdade, a MOO nunca parou, só deu um tempo de fins de 2008 até agora) é surpresa e só será divulgado um dia antes, na sexta-feira dia 29/05. Mas quem quiser ir vai ter que se mexer: a festa não tem lista de desconto, não terá venda na porta na hora/local e, no dia, o ingresso estará sendo vendido a R$90, apenas em dois pontos de venda na cidade (veja abaixo). Existe uma cota promocional limitada a R$50 que será vendida de quarta até sexta-feira. Outro aviso importante é que não haverá estacionamento no local do evento: os MOOs sugerem que a galera vá de táxi ou use o sistema de traslado disponível – mais infos em breve no site.

Isso é só um esquenta para o que virá depois. Aguarde muito em breve novidades no site e via o mailing da MOO (que você pode assinar aqui). Por enquanto, durma com esse barulho: dia 27 de junho acontece a primeira Discoland, com os convidados Prince Language e Maurice Fulton, na mesma Casas Franklin que fez a fama da MOO.

MOO – inauguração do calendário 2009
Sábado, 30/05, entre 17h e 2h.
DJs: Diogo Reis, 
Eduardo Christoph, 
Jaques Renault (DFA)

Ingressos antecipados

Restaurante Miam Miam

R. General Góes Monteiro, 34 – Botafogo

www.miammiam.com.br

Ausländer Shopping Leblon

Av. Afrânio de Melo Franco 290, 3º Piso- Leblon

www.auslander.com.br

Chemical 5 anos

maio 21, 2009

FINALMENTE!!! UM EVENTO OPEN AIR CARIOCA ONDE NÃO TOQUE SOMENTE FULL ON.

THE TWELVES, BOOKA SHADE, TRENTMOLLER , KAMMY ENTRE OUTROS.. !!! ESSE É MEU LINE…

FILE RIO 2009

março 10, 2009

FILE RIO 2009
Evento acontece no Espaço Oi Futuro entre os dias 10 e 19/mar.
10.03.09 10:55
Os cariocas poderão conferir do dia 10 ao 19/mar no Espaço Oi Futuro a nova edição do festival FILE, uma das mais interessantes iniciativas nacionais que reúnem arte e tecnologia. Com a proposta de estimular a produção de cultura eletrônica e digital no país, o evento traz uma seleção de participantes daqui e do exterior extremamente diversificados, fruto de uma intensa pesquisa.

Esta quarta edição do FILE RIO apresenta trabalhos nas áreas de webart, inteligência artificial, mobile art, animação computadorizada, software art, instalações de arte eletrônica em salas interativas e imersivas. Integra também o festival o File Cinema Documenta que traz uma série de filmes e documentários digitais.

Entre os destaques deste ano na área de instalações interativas estão o holandês Daan Brinkmann (que produziu o Skinstrument, um instrumento musical que pode ser tocado por duas pessoas e que gera sons através do contato corporal) e o brasileiro Jarbas Jacome (que com sua obra Crepúsculo dos Ídolos inventou um mecanismo que distorce a imagem de TVs de acordo com o som produzido pela voz do visitante), incluindo muitos outros nomes. Confira a programação completa aqui.

O Skinstrument de Daan Brinkmann em ação (Holanda)

O FILE Symposium rola no Teatro do Oi Futuro nos dias 10 e 11/março visando criar um novo ponto de referência fora do eixo Europa/EUA para a discussão e produção de cultura digital. Trata-se de um espaço aberto para o debate sobre as novas mídias e arte com inscrições gratuítas – mas as vagas são limitadas, portanto corra pro site http://www.file.org.br e garanta a sua!

SERVIÇO

FILE RIO – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica (exposição)
Local: Oi Futuro – Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo
Data: de 10 de março a 19 de abril de 2009
Horário: de terça a domingo das 11h às 20h
Entrada franca

FILE – SYMPOSIUM
Local: Oi Futuro – Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo – nível 7
Datas e horários: dias 10 e 11 de março 2009, a partir das 18h.
Inscrições online gratuitas no site http://www.file.org.br

PERFORMANCES
Local: Oi Futuro – Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo – nível 7
Datas e horários: dias 14 e 15 de março 2009
Dia 14, performance SONOCROMÁTICA, às 18h30 e 19h30
Dia 15, performance TEIA, às 18h30, 19h e 19h30
Entrada franca, distribuição de senhas meia hora antes do início das apresentações.

A cena eletrônica no Rio de Janeiro

fevereiro 26, 2009

Fotos: Eduardo Llerena

A cena eletrônica no Rio de Janeiro está ganhando força, e começa a se integrar no circuito América do Sul – São Paulo, Buenos Aires e Santiago. Para mais uma edição do especial Noites Fervidas, o Repique conversou com Eduardo Llerena, o fotógrafo que conhece tudo de tudo, que vai a todas as festas da noite, cobrindo o agito das pistas cariocas. Vamos a ele:

Dudu, conta como anda o agito das pistas no Rio.

Depende do dia e da época. No verão está cheio de gringo, gente do Brasil inteiro, dá pra sair de segunda a segunda, com programações variadas. Mas no geral ainda é bem limitado, está no caminho de criar uma cena. Antes quem tocava em São Paulo não necessariamente tocava no Rio, agora está mais engrenado. Todo mundo quer tocar aqui.

O que está rolando?

A noite no Rio está com novas direções. O pessoal que era do Trance está começando a produzir festas com DJs melhores. Tem o pessoal da (produtora) Directa que está botando o Rio na cena eletrônica internacional, eles vão fazer o Rio Music Conference agora no Carnaval, trazendo David Guetta, Gui Boratto, Sven Vath, Armin Van Buuren e Erick Morillo.

Tem os eventões – para três mil, quatro mil pessoas – esse povo antes só ia em rave. Agora está progredindo, mas é bem pop.

Mas mesmo saindo quase toda noite não é muito variado.

E quais são as melhores festas?

As melhores festas em clubs são a Combo às sextas-feiras no Clube 69 e aos sábados os afters do Dama de Ferro que vai até 10 da manhã. Todo mundo conhece e vai.

O povo da Moo sempre faz as melhores festas, variam os lugares onde rolam e não tem calendário fixo. Acontece quando eles conseguem trazer um DJ legal, os DJs que eles querem. Diversão garantida. Ótimas lembranças.

Tim Sweeney, apresentador e DJ do programa Beats In Space na rádio WNYU 89.1 FM de Nova York, que tocou na última sexta no Lounge 69, na festa Combo.

Tim Sweeney, apresentador e DJ do programa Beats In Space na rádio WNYU 89.1 FM de Nova York, que tocou na última sexta no Lounge 69, na festa Combo.

Quem são os DJs da cena aí?

Tem o Gustavo Tatá, de House; o Rafael RM2, que é mais Space disco; o Maurício Lopes… A Cami que toca Techno; o Rafael Droors, do Jamanta Crew, que mistura tudo, toca milhões de músicas em um set só. O Eduardo Cristoph e o Diogo Reis, eles que tocam na mesma praia – Disco Funk, de muito bom gosto… Essa é a galera que está a mais tempo na estrada, que já tocou com vinil.

E a galera nova?

A galera mais nova é toda MP3, chegam para tocar com iPod ou CD. Tem um carinha legal, o Miss Playmobil que toca no Dama e faz um set de rocks malucos e electro bacaninhas.

Muita gente despontou no Dama de Ferro porque a Adriana, a dona e quem cuida da programação, sempre abriu espaço para essa galerinha abrir ou fechar a noite, mesmo quando toca um DJ gringo. Lá é uma escola para todos eles.

O Dama ainda bomba, né…

O Dama é um dos clubes mais antigos daqui do Rio. Vai fazer sete anos.

O Rio é muito cena de clubinho…

Não tem boate grande aqui. Tinha a Bunker, mas fechou.

O lance de clube no Rio é a novidade. Se você abrir um buraco com uma programação decente, todo mundo vai, porque o povo gosta do que é novo. Não precisa ser o melhor.

O clube do momento aqui é o 69.

E quem é o público que freqüenta essa noitada aí?

Nova geração. É tudo moleque. Ou não sei se sou eu que estou ficando velho aos 32… Mas no geral mistura tudo porque tem poucas opções – poucos lugares e poucos interessados.

E como é uma noite fervida por aí?

Na minha perspectiva, a gente se encontra na casa de alguém ou em algum lugar para decidir onde vai. Chega na festa ás 3 da manhã para ver o DJ convidado. De lá provavelmente vai a um after no Dama. E depois, eu não sou chegado a um chill out, mas tem quem vai e fique até à tarde do dia seguinte, até reduzir a marcha.

E que som que pega?

A música está difícil de definir. Mas o som tem que ser bom para fazer a galera gritar na pista, vale até jogar a mão pra cima. Gosto quando o público entra na onda da música, quando o set vira uma trilha sonora para a noite como um todo, pra quem está na pista, no bar ou no banheiro.

Bom e a praia?

Cara, eu não vou. Não piso na praia. Mas tem muita gente que sai da balada e vai pra praia.

fonte: repique.blog.terra.com.br

Rio Music Conference

fevereiro 25, 2009

marina da gloria rio music conference

marina da gloria rio music conference

Rio Music Conference 2009:

Conferência carioca anuncia formato e datas: palestras, workshops e festas durante o Carnaval

Como você soube primeiro por aqui, o Rio de Janeiro sediará no começo de 2009 uma grande conferência sobre o cenário e a música eletrônica: é a Rio Music Conference, oficialmente confirmada para os dias 18 e 19 de fevereiro a partir das 17h, na Marina da Glória, centro do Rio.

A conferência ocorre em pleno Carnaval, época em que o Rio ferve de eventos, e terá festas, workshops e debates. Os encontros vão abordar como mercado publicitário, cenário internacional, planejamento de carreira de DJ, copyright, tendências musicais, internet e novas tecnologias. Confira mais abaixo a programacão completa.

Os convidados são músicos, artistas, profissionais da cena e, claro, o público, que terá acesso a toda essa programação especial (preços de ingressos e pacotes no site). O rraurl.com entra como apoiador do evento e cobrirá o evento, então aguarde infos e novidades por aqui.

O evento corrobora o fato de que 2009 a cena eletrônica carioca vai continuar o movimento ascendente visto em 2008.

Nos vemos lá!

Programação 18/02

PALESTRAS

17:00 – A Música Eletrônica na Indústria da Propaganda e do Entretenimento
O mercado nacional vem se profissionalizando ano a ano. Das primeiras festas em longínquos sítios, fazendas e armazéns aos tempos atuais, a música eletrônica saiu do nicho para o mercado de massa, onde festivais patrocinados por grandes corporações chegam a reunir mais de 60.000 pessoas. Por quê a música eletrônica é hoje um canal de comunicação tão cobiçado? Ouça os depoimentos e relatos de alguns dos maiores profissionais do meio.

Palestrantes:
Sérgio Eleutério – Ambev
Wagner “Paco” Henrique – Diretor Label 3 Plus
Paulo Zillioto – Diretor Marketing Adidas Brasil
Camilo Rocha – Jornalista
Mediadora: Cláudia Assef

19:00 – Clubs e Eventos – A Força da E-Music no Mundo
A música eletrônica é um negócio que move bilhões de dólares todo ano. Festas, bookings, festivais, e outros incríveis negócios. Conheça alguns cases de sucesso desta maravilhosa indústria, que não pára de crescer! Saiba como é composto o PIB da e-music, no Brasil e no mundo.

Palestrantes:
Russell Faibisch – CEO Ultra Festival
Leo Sanchez – Diretor Operações Pacha
Renato Ratier – DJ / Proprietário D-Edge (MS/SP)
Erick Dias -Grupo No Limits
Joel Dibo Filho – Proprietário Garage Club (MS)
Fernando Moreno – Manager – Smartbiz
Mediador: Camilo Rocha

21:00 – A Revolução Digital – Da Queda do Vinil à Ascensão do mp3
Há alguns anos, a sociedade vem experimentado uma transformação jamais vista no modo como a música é vendida, consumida e distribuída. Primeiro foram os saudosos discos de vinil, substituídos pelo CD. Veio então a internet, com sua imensidão de possibilidades, nos apresentar o MP3 e outros formatos digitais. Que mundo é este que nos cerca? Que novas plataformas são estas?

Palestrantes:
Shawn Sebo – VP Marketing & Public Relations Beatport
Vittorio Strigiari – CEO Awdio.com
Rodrigo Vieira – UC Music Group
Robson Ribeiro – CEO Lab One
Oliver Klein – Mutekki Media/ Tropical Beats/ Electribe.
Mediadora: Gaía Passarelli

WORKSHOPS (AUDITÓRIO)

16:00 – 18:30- Remix – Memê
Quantas canções que ouvimos um dia nos são reapresentadas tempos depois sob uma nova versão, como novas batidas e sonoridades? Um bom remix pode catapultar a carreira de um produtor para sempre! Acompanhe o passo a passo de um remix, desconstruindo e construindo uma nova música.

19:00 – 21:30 – Discotecagem Básica – DJ Marky
Sempre que chegamos a uma festa, ficamos na expectativa do que o dj tocará. E ele, sabe o quê e como tocar? Entenda os princípios básicos da mixagem e da própria carreira do dj, com uma das maiores autoridades do assunto, ídolo internacional das pick ups.

OFICINA VJ – JODELE LARCHER
Atualmente, em um grande evento de música eletrônica, tão importante quanto o dj é a figura do VJ. A união imagem e som é um casamento fadado a eternidade. De onde nasceu essa experiência? Qual a tecnologia empregada? Uma oficina de VJ com Jodele Larcher, um dos maiores produtores do país.

PROGRAMAÇÃO 19/02

PALESTRAS

17:00 – Internet, I Love You
A Internet apareceu como um verdadeiro furacão na indústria fonográfica. Em um primeiro momento, causando furor nas principais companhias do setor. Depois, a constatação de que ela veio para ficar. Como a internet e outras soluções criativas vêm redesenhando o mapa da indústria fonográfica, diminuindo as perdas dos últimos anos.

Palestrantes:
Paulo Rosa – Presidente ABPD (Associação Brasileira dos Produtores de Discos)
José Celso Guida – Diretor Executivo ABMI (Associação Brasileira dos Músicos Independentes)
Bruno Brau – Diretor Novos Negócios Fun Station
Gustavo Vasconcellos – Fundador GRV Produções
Dirceu Santa Rosa – Especialista copyrights e direitos autorais
Mediador: André Matalon

19:00 – Networking para o Sucesso
Em um mercado a cada dia mais disputado e competitivo, não basta apensas ser um bom DJ. Sem um planejamento de carreira definido, sem o uso de preciosas ferramentas de comunicação, as chances de sucesso são pequenas. Valiosas dicas para você, dj ou produtor, tornar esse sonho possível.

Palestrantes:
Angelos Ktenas – Gerente de Conteúdo e Novos Negócios – Myspace Brasil
Edo Van Duyn -Manager 3Plus
DJ Marlboro – DJ/ Produtor
Anderson Noise – DJ/ Produtor
Leo Janeiro – DJ/ Locutor
Mediador: Ronald Villardo

20:30 – Painel Myspace
Conheça as mais novas plataformas e novidades para 2009 do site que é referência entre músicos, djs e produtores do mundo inteiro.
Apresentação: Angelos Ktenas – Gerente de Conteúdo e Novos Negócios – Myspace Brasil

21:30 – Novas Tendências Musicais
O que o mundo vai consumir? Esta é uma pergunta que não envelhece. A música eletrônica vive em constante transformação, numa frenética velocidade. A cada ano, novos estilos e sonoridades inundam as pistas de dança. A música e a cena ontem, hoje e amanhã. Saiba aqui o que você vai escutar, e viver, nos clubs e festivais.

Palestrantes:
Pete Tong – DJ/ Produtor / Apresentador do Programa Essential Selection – BBC Radio One
Ben Murphy – Editor DJ Mag.(UK)
Renato Lopes – DJ / Manager – Smartbiz
Jade Augusto Gola – Editor RRAURL.COM (Brasil)
Mediador: Franklin Costa

WORKSHOPS (AUDITÓRIO)

16:00 – 18:00 – Scratching – DJ Pachu
Das ruas de Nova Iorque para o mundo, aprenda alguns dos truques que turbinam os sets de qualquer dj! Back to Backs, beatjunglings, back spins e muito mais sob orientação do dj Pachu, uma das maiores feras do hip hop nacional.

18:30 – 21:30 – Produção Musical Básica – Gui Boratto
A produção musical é um dos campos mais férteis da música eletrônica. Com o advento da internet e a chegada de novas tecnologias, seu quarto vira um estúdio, suas faixas rapidamente se propagam e fazer música nunca foi tão fácil Todo em plataforma Ableton e Logic, crie suas melodias e tire suas dúvidas auxiliado pelo fenômeno Gui Boratto.

21:45 – 23:00 – Painel Ableton – Amaury Groc – Product Specialist
Um painel exclusivo de um dos principais softwares de produção musical do mundo, o Ableton, com os novíssimos plug ins da empresa, direto da Alemanha.
Apresentação: Amaury Groc – Product Specialist – Ableton

OFICINA VJ – JODELE LARCHER
Atualmente, em um grande evento de música eletrônica, tão importante quanto o dj é a figura do vj. A união imagem e som é um casamento fadado a eternidade. De onde nasceu essa experiência? Qual a tecnologia empregada? Uma oficina de VJ com Jodele Larcher, um dos maiores produtores do país.

FESTAS

20/02David Gueta, Ask 2 Quit (Leo Janeiro, Marcelinho CIC, Vagalume), Rodrigo Ferrari

21/02Pete Tong + Gui Boratto, Leo Janeiro, Beto Giovaneli

22/02Sven Väth, Flow & Zeo, Brunno Mello

23/02Armin Van Buuren, Glenn Morisson, Roger Lyra

24/02Erick Morillo, Rodrigo Vieira, Dri.k

Marina da Glória
Rio de Janeiro – RJ
Vendas no Ingresso Rápido

Mais infos em http://www.riomusicconference.com.br/